Cobertura vacinal do HPV, em Patos de Minas, é maior que a média nacional, mas números precisam melhorar

logo-face
logo-face
Cobertura vacinal do HPV, em Patos de Minas, é maior que a média nacional, mas números precisam melhorar

Dois anos após o início da vacinação contra o HPV (Papiloma vírus humano) no Sistema Único de Saúde – SUS – para meninos e adolescentes, de 11 a 14 anos, só 22% deles, segundo o órgão, receberam duas doses e estão imunizados por completo.

A meta do Ministério da Saúde era vacinar 80% do público alvo. Em Minas Gerais apenas 28,8% receberam as doses da vacina.  A baixa adesão também é verificada entre as meninas de 9 a 14 anos (cobertura de 51%). Para ficar imunizado são necessárias duas doses da vacina. A falta de informação pode ser o principal motivo da procura tão pequena pela vacina.

Em entrevista para a Rádio Clube 98, o Encarregado de Informações Estatística da Secretaria Municipal de Saúde de Patos de Minas, Erivaldo Rodrigues, disse que, a vacina contra o HPV previne contra vários tipos de câncer, inclusive o de colo do útero.  “Ela está disponível em todas as unidades de saúde do município”, informou.  Erivaldo ainda ressaltou a importância da prevenção, já que o vírus está presente em uma grande parte da população brasileira e é associado a vários de tipos de tumores, como o do pênis e das regiões vaginal e anal.

Fonte: G1

Comentários