Em nota, Governo de Minas responde críticas sobre possíveis mudanças no Hospital Regional

logo-face
logo-face
Em nota, Governo de Minas responde críticas sobre possíveis mudanças no Hospital Regional

O Governo do Estado de Minas Gerais, por meio da secretaria estadual de saúde, publicou nota respondendo críticas sobre possíveis mudanças no Hospital Regional Antônio Dias Maciel (HRAD). No texto, o Governo esclarece que não há possibilidade de privatização das unidades da FHEMIG.

Funcionários do HRAD estão preocupados com as mudanças a serem promovidas na unidade e iniciaram uma serie de protestos na cidade. O grupo afirma que o Estado “vendeu a saúde e o Hospital Regional”. No entanto, a nota do Governo apresenta outra versão. A secretaria de saúde explica que discute uma proposta para reorganização da gestão da FHEMIG, por meio das chamadas Organizações Sociais.

“Importante esclarecer que a proposta não trata de privatização das unidades, mas sim de um contrato de gestão embasado na lei estadual nº 23.081, de 2018”, diz trecho da nota. Além disso, o Governo Zema também afirma que faz estudos técnicos para melhorar o atendimento de saúde em Minas Gerais.

Confira a nota na íntegra:

O Governo de Minas Gerais apresentou, em audiência pública realizada no dia 28 de agosto, na Assembleia Legislativa, uma proposta para implantar organizações sociais nas unidades hospitalares da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), com a presença de servidores e da sociedade civil.

Importante esclarecer que a proposta não trata de privatização das unidades, mas sim de um contrato de gestão embasado na lei estadual nº 23.081, de 2018, em que os direitos dos servidores da Fhemig e dos usuários do SUS seriam mantidos integralmente.

Existe um estudo em andamento para definir a viabilidade deste modelo, visando a melhoria da assistência aos usuários do SUS, além do uso sustentável dos recursos públicos.

Por: redação Clube Notícia.

 

Comentários

  • Juliana

    Comentário enviado em - 15/10/2019

    Governo mentiroso! Não tem coragem de falar nada para a população. Só manda representantes que não sabem de nada. Não tem respeito por quem faz esse país mover. Ano vem e vai só sabem embolsar nossas verbas deixando a saúde, segurança e educação cada vez a mingua. Todos os governos lixos!!!

  • Lauro Silva

    Comentário enviado em - 15/10/2019

    Quem quiser assinar petição contra a privatização do HRAD, copie e cole o endereço: https://secure.avaaz.org/po/community_petitions/ROMEU_ZEMA_-_GOVERNADOR_DE_MINAS_GERAIS_SOMOS_CONTRA_A_PRIVATIZACAO_DOS_HOSPITAIS_PUBLICOS_DO_ESTADO_DE_MINAS_GERAIS/?emhQqmcb&utm_source=sharetools&utm_medium=email&utm_campaign=petition-792305-SOMOS_CONTRA_A_PRIVATIZACAO_DOS_HOSPITAIS_PUBLICOS_DO_ESTADO_DE_MINAS_GERAIS&utm_term=hQqmcb%2Bpo

  • Na Real

    Comentário enviado em - 15/10/2019

    E aí?! Competentíssimos "Vereadores", caçadores de votos, bando de "Energúmenos". vão dizer oque agora?! Não sabe aonde a "Inês", foi morta, mas sabem fazer um escândalo danado! Agora vem dizer para a população, qual é na realidade a preocupação de vocês!? Vocês estão olhando é só para o próprio umbigo! Cambada de vigaristas, não sabem nem qual é o plano do "Governo", mas já vamos enganar os trouxas , fazendo um alarde danado, para dizer que preocupados com á "População"; mas eu sei qual é a de vocês, é só nos seus salários, que estão preocupados! Um aviso aos "Navegantes": acabou a mamata, vão trabalhar naquilo que vocês, sabem fazer bem, pois para á "Câmara", vocês não vão voltar! Faça como o "Chico Frechiani", juntamente com o "Bosquinho", pra não tomar bomba, dizem que vai abdicar... faça como eles! Agora quanto aos funcionários do regional, passam a fazer uma boa refeição, se nutrem bem, pois vão ter que suar a "Camisa", vão fazer jús ao seus salários! E quem não se adequar, vai ter que conseguir serviço na iniciativa privada, se não for só na segunda...á privada!