Após demora da Prefeitura, músicos procuram Câmara Municipal para resolver impasse dos shows em bares e restaurantes

logo-face
logo-face
Após demora da Prefeitura, músicos procuram Câmara Municipal para resolver impasse dos shows em bares e restaurantes

A Associação dos Músicos de Patos de Minas (AMP) recorreu à Câmara Municipal para tentar resolver o impasse, envolvendo a apresentação ao vivo, nos bares e restaurantes da cidade. De acordo o presidente da entidade, Ivan Rosa, os vereadores se comprometeram a apoiar a causa, criando projeto de lei, para regulamentar a atividade. O presidente da Casa, vereador Vicente de Paula Souza (DEM), ainda ofereceu assistência jurídica para debatera o tema.

Em vídeo publicado nas redes sociais, Ivan Rosa também expôs a situação e afirmou que a categoria sente que há fiscalização seletiva, ou seja, nem todos são multados, ou sequer vistoriados. “A gente é favor de que todo mundo seja fiscalizado, mas o que a gente vê que não é isso. Moto fazendo barulho, som automotivo, essas festas fazendo barulho”, disse em vídeo, disponível ao fim desta reportagem.

Com a nova iniciativa, um projeto de lei para regulamentar o som ao vivo, em bares e restaurantes, deve ser votado pelos vereadores em breve. A Associação também pediu apoio de todos os parlamentares para resolver o problema. A solução, apresentada neste momento, abre uma exceção para que bares possam ter música ao vivo, desde que não ultrapasse 60DB.

Por: redação Clube Notícia. 

Comentários