Rapaz é preso após esfaquear e matar homem em lanchonete na cidade de Varjão de Minas

16/04/2018 11:52:45

Caio Machado

Rapaz  é preso após esfaquear e matar homem em lanchonete na cidade de Varjão de Minas

Na noite deste domingo (15), um homem de 30 anos foi preso em flagrante pelo crime de homicídio no munício de Varjão de Minas.

Segundo informações do boletim de ocorrência, a vítima estava numa lanchonete localizada no centro da cidade, quando discutiu com um rapaz de 17 anos, que estava na companhia do suspeito Jacson Freitas Alves, de 30 anos, conhecido como “Fumo”.

Após a discussão, “Fumo” foi até a casa do menor, apoderou-se de uma faca e retornou à lanchonete. Quando a vítima estava deixando o local, foi chamada por “Fumo” e os dois começaram outra discussão.

“Fumo” desferiu dois golpes da faca nas costas da vítima, que ainda conseguiu entrar em seu carro e dirigir até a porta da casa em que reside, descer do veículo e entrar numa igreja próxima para pedir ajuda, caindo no chão inconsciente.

Uma ambulância chegou a socorrer  José Márcio Alves, de 37 anos, porém ele foi encaminhado ao posto de saúde local já sem vida. A médica plantonista constatou uma perfuração profunda nas costas da vítima que teria provocado o óbito.

A Polícia Militar (PM) foi acionada para localizar o suspeito Jacson Freitas Alves “Fumo”, que fugiu do local do crime pela contramão da Avenida Jovino Mariano Gomes em uma motocicleta Honda/Tornado, de cor vermelha.

O menor de 17 anos foi abordado pela PM e informou que o crime teria sido motivado pelo fato dele ter esbarrado em um amigo da vítima. Os militares receberam a informação de que “Fumo” poderia estar na casa em que reside na região da Galera, zona rural de Presidente Olegário.

No local, a polícia avistou a motocicleta de “Fumo” e percebeu que as luzes e um rádio estavam ligados. Após solicitarem entrada e não serem atendidos, os militares arrombaram a porta da casa e prenderam o suspeito em flagrante em um dos quartos.

A motocicleta não foi removida devido ao fato da ocorrência ter sido atendida por apenas dois policiais. O suspeito alega não se lembrar de onde deixou a faca utilizada no crime. Diante dos fatos, Jacson Freitas Alves foi preso e conduzido à Delegacia de Polícia de São Gonçalo do Abaeté.

Comentários