Filho esfaqueia pai após ouvir que não poderia chegar em casa depois das 10 horas da noite

12/02/2018 09:10:12

Redação Clube Notícia

Filho esfaqueia pai após ouvir que não poderia chegar em casa depois das 10 horas da noite

A Polícia Militar de Arapuá atendeu uma ocorrência na noite neste domingo (11/12), onde um filho acabou esfaqueando o próprio pai após ouvir que não poderia sair de casa e chegar depois das 10 horas da noite. De acordo com a PM, uma guarnição foi solicitada pelo Hospital Municipal, onde segundo  as primeiras informações teria dado entrada um homem com lesões causadas objeto cortante (faca), sem maiores dados.

No hospital se encontrava o neto da vítima, que disse aos policias que se encontrava em casa, em seu quarto, momento que ouviu uma discussão entre o seu avô Josias da Silva e o seu tio Aldair da Silva (filho da vítima), e que por não gostar de brigas e discussões saiu da residência, sendo que logo após seu avô também saiu da casa com cortes no rosto e mão, e que este perdia muito sangue e que socorreu o idoso até o hospital local.

Ainda segundo o neto, o autor teria sido mesmo Aldair da Silva, que é filho de Josias e que ele havia evadido correndo sem camisa usando bermuda e chinelo e entrado em uma mata próxima a empresa de Laticínios na cidade. Após as primeiras informações os militares fizeram diversos rastreamentos, porém o autor não foi localizado.  Poucos instantes depois Aldair chegou próximo às ruas da cidade, sendo visualizado pela equipe policial e foi dada ordem para ele se postar na posição deitado, tendo ele acatado aos militares, momento em que foi preso em flagrante delito e conduzido ao Destacamento PM.

Aldair relatou aos militares que a discussão aconteceu porque seu pai exigiu que ele não saísse de casa, e que as 22h00 o portão da casa seria trancado e ninguém mais entraria no local. Ele contou que estava preparando uma "janta" para em seguida ir até uma Folia de Reis, que estava acontecendo em uma residência em Arapuá, quando notou que seu pai teria pegado um "facão", momento que ele também se apoderou de uma faca de cozinha e foi até o quarto do seu pai, local em que entraram em luta. Ainda segundo Aldair, ele tomou o facão de seu pai, causando o corte na mão do idoso. Sobre o ferimento no rosto ele disse desconhecer como teria ocorrido.

Já segundo a vítima Josias, ele se preparava para deitar e já estava em seu quarto, e realmente teria falado para que ninguém da casa saísse para a rua que iria fechar o portão e nenhuma pessoa entraria após as 22h00. E que seu filho, ao ouvir tal afirmação partiu para cima dele com uma faca de cozinha causando as lesões. Para se defender Josias se apoderou de um "facão", porém não chegou a atingir Aldair, que evadiu após efetuar os golpes de faca contra ele.  Ambos admitiram aos militares terem feito uso de bebidas alcoólicas durante todo o dia.

As armas utilizadas no crime foram apreendidas para serem encaminhadas a delegacia.

Fonte e fotos: Wanderley Contijo

Comentários