Transporte irregular de água mineral irrita consumidores e comerciantes

10/08/2017 10:02:23

Redação Clube Notícia

Transporte irregular de água mineral irrita consumidores e comerciantes

A redação do Clube Notícia continua recebendo flagrantes de transporte irregular de água mineral e gás de cozinha em Patos de Minas. Recentemente, nossa equipe já havia divulgado a reclamação de empresários do setor cobrando por mais fiscalização. No entanto, cerca de dois meses depois, a prática continua e, aparentemente, nada foi feito.

A prática, segundo a resolução da diretoria colegiada (RDC), uma lei municipal, a água mineral deve ser exposta à venda somente em estabelecimentos comerciais de alimentos ou bebidas. Além disso, não devem ser estocadas e/ou transportadas próximas aos produtos saneantes, gás liquefeito de petróleo e outros produtos potencialmente tóxicos.

Segundo o representante do grupo de empresários, Ailton Oliveira, foram feitas várias tentativas de se conter o problema, mas até o momento nada foi feito. Eles ingressaram com uma ação no Ministério Público cobrando mais atuação da Vigilância Sanitária do município.

A tentativa também falhou, pois a Vigilância foi notificada, mas não realizou ações de diretas de fiscalização. “Protocolamos a reclamação no Ministério Público, a vigilância foi notificada, porém emitiu apenas uma nota de esclarecimento que é proibido, mas não fiscalizou. Infelizmente, há ainda depósitos de gás e água clandestinos no município, funcionando normalmente sem nenhuma documentação”, explicou o comerciante.

Comentários

  • Consumidor

    Comentário enviado em - 10/08/2017

    é simples o consumidor tem que ser seu proprio fiscal, nao comprar de depositos de gas.

  • mandarim

    Comentário enviado em - 11/08/2017

    Na boa Isso é inveja da pessoa que não da conta de vender a agua e fica querendo atrapalhar o outro que ta vendendo