Fique atento, Detran voltará exigir CRLV 2020 em Minas Gerais; confira as datas

logo-face
logo-face
Fique atento, Detran voltará exigir CRLV 2020 em Minas Gerais; confira as datas

Os motoristas de Minas Gerais devem ficar atentos, principalmente aqueles que não possuem o CRLV 2020 em mãos em Minas Gerais. De acordo com o DETRAN, o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) referente ao ano-exercício 2020 será exigível como documento de porte obrigatório, em formato físico ou digital, a partir de 1º de fevereiro de 2021, para veículos com finais de placa 1,2,3,4 e 5.

A partir de 1º de março de 2021, o CRLV 2020 passa a ser exigido para veículos com finais de placa 6, 7, 8, 9 e 0. Assim, o CRLV 2019 não será mais válido como documento de porte obrigatório. Ainda de acordo com as informações os veículos de outro estado em Minas, ou de Minas em outros estados deverão seguir o cronograma da resolução 110 do CONTRAN, ou seja, já devem estar com 2020.

Desde julho o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) 2020 não era exigido no estado. A mudança foi estabelecida por meio de uma lei que determinava que o documento de 2019 seria considerado para comprovar a regularidade dos veículos enquanto durasse a pandemia do coronavírus. No entanto, uma nova portaria mudou a regra. A partir de fevereiro, conforme o algarismo final das placas de identificação, o CRLV 2020 será cobrado e o do ano passado não será mais válido. 

 

 

 

Comentários

  • Graziela Aparecida de Camargos

    Comentário enviado em - 25/01/2021

    Como recuperar o dinheiro

  • Na Real

    Comentário enviado em - 26/01/2021

    Pois é... quando você é roubado pelo bandido, você grita: Policia, socorro, Ladrão; mas quando você é assaltado pelo estado, quem nós devemos gritar?! Eis á questão. No ano passado, pagamos uma exorbitância por uma taxa de licenciamento, que segundo os puxa sacos, dos políticos desonestos; é porque o governo expede o documento em papel moeda, e era enviado por uma correspondência registrada para o contribuinte! Mas no ano passado, eu recebi o documento via internet. e eu é que imprimi em papel A 4; este ano vai ser do mesmo jeito, ou eu vou receber o documento como se deve; pois se for para ser assaltado de novo, quero ver ou saber aonde eu vou reclamar pela exorbitância de uma taxa que o governo deveria me entregar gratuitamente, como recibo de quitação de um imposto que o governo recebeu!