Troféu Inconfidência; Cruzeiro enfrenta Patrocinense no Mineirão nesse sábado

logo-face
logo-face
Troféu Inconfidência; Cruzeiro enfrenta Patrocinense no Mineirão nesse sábado

Fora das semifinais do Campeonato Mineiro, o Cruzeiro entra em campo neste sábado contra o Patrocinense, no Mineirão, em jogo único pela semifinal do Troféu Inconfidência – torneio criado neste ano para os times que terminaram entre o 5º e o 8º lugar na fase de classificação do Estadual. A partida será disputada em um horário atípico: às 14h30. Em caso de empate no tempo normal, a disputa da vaga na final do torneio será nos pênaltis.

O vencedor de Cruzeiro x Patrocinense enfrentará na decisão do Troféu Inconfidência o ganhador do confronto entre Uberlândia x Boa Esporte, que se enfrentam neste sábado, às 19h, no estádio Parque do Sabiá, em Uberlândia. A final está marcada para a próxima quarta-feira (5). Após não ficar entre os quatro melhores do Mineiro, o que não acontecia há 63 anos, o Cruzeiro usará o minitorneio para preparar o elenco visando à estreia na Série B do Campeonato Brasileiro, no dia 8 de agosto, contra o Botafogo-SP, no Mineirão.

Assim, para o duelo contra o Patrocinense, o técnico Enderson Moreira vai escalar um time misto. Alguns atletas têm chances de começar jogando, como o meia Claudinho e o lateral-esquerdo Giovanni, recém-contratado e que pode fazer a estreia pela Raposa neste sábado. Outro jogador que deverá ser titular contra o CAP é o zagueiro Léo. Mesmo após testar negativo para covid-19 – depois de ter ficado de fora do duelo contra a URT devido a um falso-positivo para a doença –, o defensor acabou ficando no banco na última quarta-feira (29) contra a Caldense, em Poços de Caldas, pela última rodada da fase de classificação do Mineiro.Desfalque certo é o atacante Marcelo Moreno, com dores lombares. O boliviano deixou a partida contra a Caldense ainda no primeiro tempo sentindo o problema nas costas.

No Patrocinense, o técnico Milagres terá uma dura missão contra o Cruzeiro, já que assumiu o comando do time no início desde mês e pegou uma equipe que foi desmontada durante a paralisação do futebol. Apenas seis jogadores que estavam no clube antes da pandemia do novo coronavírus retornaram: os goleiros Thiago Passos e Luiz Miguel, o lateral-esquerdo Pedro Rosa, o volante Thiago Lima e os atacantes Danielzinho e Rafael Gladiador. Diante de tantos problemas, Milagres deverá manter o time que foi goleado pelo Atlético, no Mineirão, na última rodada da fase de classificação do Campeonato Mineiro.

Fonte: Itatiaia

Foto: GE

Comentários