Contra as Organizações Sociais e por reajuste no salário, servidores do Hospital Regional iniciam greve

logo-face
logo-face
Contra as Organizações Sociais e por reajuste no salário, servidores do Hospital Regional iniciam greve

A partir desta quinta-feira (07), servidores do Hospital Regional Antônio Dias Maciel (HRAD) estarão em greve. A manifestação, no entanto, acontece em todas as unidades da Fundação Hospitalar Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (FHEMIG). Dentre outras reivindicações, os trabalhadores pedem reajuste salarial e manifestam repúdio às chamadas Organizações Sociais (OS), quem podem assumir o controle de alguns hospitais no Estado.

Em entrevista ao jornalismo da Rádio Clube 98, o delegado do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Estado de Minas Gerais (SINDSAUDE-MG), Carlos Vinícius, afirmou que os servidores preparam atos de protesto. “Provavelmente teremos manifestações na porta do Regional. A equipe está se mobilizando para promover a greve, mas o hospital não vai fechar, obviamente, mas trabalharemos em escala reduzida”, disse ao repórter Otaviano Marques.

A categoria não quer a introdução de empresas privadas, ou OS, gerindo a saúde pública nos hospitais da FHEMIG. “A nossa principal reivindicação é essa. Não podemos aceitar esse modelo”, declarou Vinícius. A paralisação não tem previsão de término e segue uma deliberação de toda a categoria da saúde em Minas Gerais.

Além de contrários ao novo modelo de administração dos hospitais, eles também querem reajuste salarial. Em reunião recente com representantes do Governo Mineiro não houve acordo e a categoria pede uma nova rodada de negociações.

Por: redação Clube Notícia.

Comentários

  • Na Real

    Comentário enviado em - 05/11/2019

    Demorou... eles estavam se coçando para fazer uma greve! Mas tomara que venha as tais "ORGANIZAÇÕES SOCIAIS", para eles aprenderem á dar valor no emprego que tem e respeitar o contribuinte que pagam os seus salários! Estes funcionários da fundação "FHEMIG", só olham uma coisa: o seu próprio umbigo, não querem trabalhar, e só querem sempre ter um salário altíssimo!!!