Advogado de políticos envolvidos no escândalo da Lava Jato participa de evento em Patos de Minas

logo-face
logo-face
Advogado de políticos envolvidos no escândalo da Lava Jato participa de evento em Patos de Minas

O criminalista, Antônio Carlos de Almeida Castro, conhecido como Kakay, advogado de 17 réus em processos na operação Lava Jato, estará em Patos de Minas, no próximo dia 23 de outubro. O advogado participa do XIII Fórum Jurídico, promovido pelo Centro Universitário de Patos de Minas (UNIPAM). Além dele, o evento contará com a participação de outros três nomes de peso no mundo jurídico. As inscrições estão abertas e podem ser feitas neste link.

Kakay é conhecido por seus diversos comentários polêmicos sobre a operação Lava Jato. Em entrevista no início deste ano, ele chegou a dizer que não imaginava “o grau de promiscuidade” que havia entre membros da força-tarefa da Lava Jato e o ex-juiz federal e atual ministro da Justiça, Sérgio Moro. “É necessária uma investigação profunda para saber se havia uma organização criminosa tentando usar a estrutura do Poder Judiciário em proveito próprio e com fins políticos”, afirmou ao UOL.

Vale destacar que o criminalista nasceu em Patos de Minas. Ele também é conhecido por protagonizar episódios icônicos, como por exemplo, uma visita ao STF, trajando uma bermuda. O fato ganhou os holofotes de todo o país. Kakay tem fama de bon vivant. Dentre os clientes notórios, constam nomes como Edison Lobão (MDB-MA), Roseana Sarney (MDB-MA), Aécio Neves (PSDB-MG), Romero Jucá (MDB-RR) e outros.

Além dele, também participam do encontro João Pedro de Barros, advogado e professor de direito do consumidor da UNB; Renato Porto, advogado e professor na escola de magistratura do Estado do Rio de Janeiro e Silvana Lobo, defensora pública e professora de direito da FUMEC.

Por: redação Clube Notícia.

Imagem: reprodução Google.

Comentários

  • Na Real

    Comentário enviado em - 02/10/2019

    Antigamente, quando o Advogado era chamado de "Jurista", ele atuava dentro dos autos, e defendia o seu cliente, contra aquilo que ele achava abusivo! Hoje os clientes estão atolados até o pescoço em crime e fraudes, e antes que os seus clientes, cheguem á um distrito policial, eles já criaram uma fabula, desconstruindo tudo aquilo que a justiça já tem em denúncia... eles não defendem "Criminosos"... só "ANJOS"!!!

  • Patospato

    Comentário enviado em - 03/10/2019

    Essa quadrilha vim dar palestra em patos eh o fim..ensinar como roubar...so pode ser isso