Ministério da Saúde interrompe entrega de vacina antirrábica e campanha de imunização de cães e gatos é cancelada

logo-face
logo-face
Ministério da Saúde interrompe entrega de vacina antirrábica e campanha de imunização de cães e gatos é cancelada

O Centro de Controle de Zoonoses da Secretaria Municipal de Saúde divulgou uma nota comunicando que a Campanha de Vacinação Antirrábica de Cães e Gatos foi cancelada. Em entrevista para a Rádio Clube98, a coordenadora do Centro de Controle de Zoonoses, veterinária Vanessa Pereira, disse que recebeu comunicado do Ministério da Saúde informando que a causa do cancelamento da campanha esta relacionada à interrupção na entrega das vacinas. No comunicado, o Ministério não informou os motivos os quais não fará mais a distribuição da vacina antirrábica aos municípios.  De acordo com o comunicado, não há previsão de data para normalização de abastecimento desse tipo de vacina.

Seguindo programação, o CCZ – Centro de Controle de Zoonoses de Patos de Minas havia feito o pedido de 27 mil doses da vacina ao ministério. Apenas o primeiro lote com 3 mil doses haviam sido entregues. A campanha de vacinação inclusive já havia começado pelo meio rural do município nas regiões dos distritos de Bonsucesso e Santa Maria onde já haviam sido aplicadas 510 doses da vacina. No comunicado ao CCZ, Ministério da Saúde determina o recolhimento das demais doses não aplicadas e que serão redistribuídas a municípios principalmente na região nordeste do país onde ainda há casos de raiva. Em Patos de Minas, desde a década de 1970 não é registrados casos de raiva em cães e gatos.

A veterinária lembra que, em caso de agressão por cães, gatos ou outros animais, a pessoa exposta deve ser orientada a lavar o ferimento com água e sabão e procurar imediatamente assistência médica. Ainda segundo Vanessa, o animal agressor será monitorado pelo Centro de Controle de Zoonoses por meio de observações epidemiológicas e, caso venha a óbito após 10 dias, serão enviadas amostras para diagnóstico laboratorial da raiva e realizado o bloqueio de foco para evitar a transmissão do vírus dessa doença.

Ouça a entrevista com a veterinária no áudio abaixo:

Foto: cachorrosincriveis.com.br


 

Comentários