Governo confirma encerramento do programa Voe Minas; Patos de Minas ficará sem voos para BH

logo-face
logo-face
Governo confirma encerramento do programa Voe Minas; Patos de Minas ficará sem voos para BH

O Programa Voe Minas, que subsidia viagens aéreas entre Belo Horizonte e importantes cidades do interior do Estado para incentivar o desenvolvimento econômico regionalizado, será extinto a partir de 30 de junho, informou a Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemge), nesta quarta-feira (5). O programa demandou, entre 2016 e 2019, R$ 18 milhões de recursos públicos.

Com a decisão, Patos de Minas fica sem voos diretos para Belo Horizonte por meio da Voe Minas, único canal de linhas áreas na Capital do Milho. Em entrevista para a equipe da Rádio Clube 98, o prefeito José Eustáquio (DEM) lamentou a medida. “Vai nos fazer falta, pois nós temos uma demanda grande pra isso. O comunicado oficial ainda não chegou pra gente, mas infelizmente isso me parece uma realidade”, disse o Chefe do Poder Executivo Municipal.

Por meio de nota, a Codemge informou que “a nova administração tem avaliado seus projetos em andamento, buscando melhorias e o adequado atendimento ao povo mineiro, à luz da realidade financeira atual do Estado”. A empresa informou também que há tratativas, em andamento, para a continuidade e transição de rotas do Voe Minas Gerais para a iniciativa privada.

O programa já havia passado por uma redução em abril deste ano, com a desativação de rotas para oito municípios em que havia baixa ocupação nos voos. Restaram nove rotas – para Araçuaí, Belo Horizonte, Caratinga, Diamantina, Governador Valadares, Ipatinga, Manhuaçu, Patos de Minas e Teófilo Otoni – que agora serão descontinuadas.

Pelo site do Voe Minas é possível encontrar passagens entre a capital e as nove cidades para o mês de junho. Para Teófilo Otoni, no Vale do Mucuri, por exemplo, quem sai do aeroporto da Pampulha tem que desembolsar R$ 585 – a volta custa R$ 485. Uma passagem de ônibus entre Belo Horizonte e Teófilo Otoni custa cerca de R$ 150.

Por: Jornal Hoje em Dia

Foto: arquivo Clube Notícia

Comentários

  • Cidadão

    Comentário enviado em - 06/06/2019

    Agora Sr. prefeito é hora do Sr. se unir com o nosso deputado Dr.Heli como ele disse no discurso dele na inauguração do aeroporto que estava à disposição para ir atrás da Azul ou outra Cia aérea de grande porte para vir aqui para nossa cidade.