Construção da sede do SESC, no terreno da antiga Fundação PROMAM, levará mais tempo para sair do papel

logo-face
logo-face
Construção da sede do SESC, no terreno da antiga Fundação PROMAM, levará mais tempo para sair do papel

A construção da sede do Serviço Social do Comércio (SESC), em Patos de Minas, levará um pouco mais de tempo para sair do papel. Segundo informações repassadas pelo prefeito José Eustáquio (DEM), em entrevista à Rádio Clube 98, a direção da entidade pediu mais prazo para executar as obras no terreno da antiga Fundação PROMAM. O motivo alegado é a possível mudança na arrecadação de recursos do Sistema “S”, que é mantido pelo Governo Federal.

A doação do terreno foi aprovada, no final do passado, pela Câmara Municipal. O espaço tem mais de 15mil metros quadrados e contará com áreas de esporte, lazer e estudo. O modelo a ser adotado na Capital do Milho é o mesmo seguido pela entidade no restante do país. Todos os serviços serão ofertados gratuitamente para comunidade daquela região.

Segundo o prefeito, os diretores do SESC temem que a mudança na arrecadação do Sistema “S” possa impactar a captação de recursos e inviabilizar a obra. “O fato é que o projeto está de pé, mas eles ainda esperam, possivelmente, a reforma da previdência, pois ela pode afetar a receita deles”, explicou Eustáquio. A mudança pode depender, ainda, de aprovação da Câmara Municipal, por isso o novo prazo ainda não foi divulgado.

Por: redação Clube Notícia.

Foto: arquivo Clube Notícia.

Comentários