Alunos da UFU, em Patos de Minas, protestam contra cortes do MEC; manifestação acontece nesta quarta (15)

logo-face
logo-face
Alunos da UFU, em Patos de Minas, protestam contra cortes do MEC; manifestação acontece nesta quarta (15)

Alunos da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), campus Patos de Minas, participam, nesta quarta-feira, dia 15 de maio, de protesto contra os cortes do Governo Bolsonaro na educação. No entanto, a mobilização será diferente. Os estudantes vão expor os trabalhos e as pesquisas desenvolvidas pela UFU e como elas são importantes para a comunidade. O ato acontecerá às 15h, na Avenida Getúlio Vargas, no Palácio dos Cristais.

Em conversa com a reportagem da Rádio Clube 98, a técnica em assuntos educacionais da UFU, Cilesia Pereira, explicou como os cortes podem afetar o dia da comunidade acadêmica. “A universidade desenvolve várias pesquisas avançadas sobre, por exemplo, o tratamento do câncer. É importante que as pessoas entendam que a universidade não é um local que tem apenas aula. Mas é um lugar onde professores e alunos contribuem para a melhoria da vida de todo mundo”, disse.

Com corte nas verbas discricionárias, a UFU perderá, aproximadamente, 45 milhões de reais. Essa verba atingirá áreas essenciais. Em entrevista recente para a equipe da Rádio Clube 98, o assessor do reitor da UFU, Mateus de Souza, explicou que os cortes podem afetar, inclusive, as obras do campus em Patos de Minas. “Nós vamos precisar de mais recursos para a construção do segundo bloco. E pode ser que não consigamos esse recurso, por conta dos cortes”, disse.

Ouça mais no áudio abaixo:

Comentários