Em uma semana, MG tem mais de 6.000 casos investigados de dengue por dia

logo-face
logo-face
Em uma semana, MG tem mais de 6.000 casos investigados de dengue por dia

Em seis dias, Minas Gerais registrou mais 38.326 casos prováveis de dengue, o que inclui os casos já confirmados e os que estão em investigação. Isso significa que a cada dia 6.387 pessoas chegaram nos hospitais com sintomas da doença. Segundo boletim divulgado nesta segunda-feira (13) pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), em 2019, são 247.602 casos. Na última terça-feira, quando foi feita a última atualização de dados, eram 209.276. Um crescimento de 18% no período.  

 Até o momento, 38 pessoas morreram vitimadas por dengue. Na semana passada, tinham sido 25. Ou seja, mais 13 pessoas foram a óbito por complicações da doença. Os óbitos confirmados aconteceram em Arcos, Belo Horizonte, Betim, Contagem, Curvelo, Frutal, Ibirité, João Monlevade, Lagoa da Prata, Martinho Campos, Paracatu, Passos, São Gonçalo do Pará, Uberaba, Uberlândia e Unaí. Outras 92 mortes estão em investigação.

Ainda conforme informações da secretaria, desde o dia 7 de abril, 163 municípios estão com alta incidência de dengue. O Estado apresenta uma quantidade de vítimas maior do que as registradas em anos não epidêmicos. Por enquanto, foram registradas epidemias da doença apenas em 2010, 2013 e 2016.

A pasta explica, em nota, que “um registro maior de casos é esperado para este período (meses quentes e chuvosos) devido à sazonalidade da doença. Dessa forma, o Estado está em situação de alerta para esse aumento no número de casos das doenças transmitidas pelo Aedes (dengue, Chikungunya e zika). Os casos das outras doenças não foram divulgados no boletim mais recente.

Texto e foto: Jornal O Tempo

Comentários