“Está entre um fato e um boato”, diz Falcão sobre pré-candidatura a Prefeitura de Patos de Minas

logo-face
logo-face
“Está entre um fato e um boato”, diz Falcão sobre pré-candidatura a Prefeitura de Patos de Minas

O coordenador Regional do Partido Novo, Luiz Eduardo Falcão, em entrevista para a Rádio Clube 98, revelou interesse em se candidatar ao cargo de Prefeito de Patos de Minas. “Está entre um fato e um boato”, afirmou. Atualmente, Falcão espera a formalização do diretório municipal da sigla para, posteriormente, discutir o assunto. Mesmo manifestando entusiasmo em disputar o cargo, ele afirma que é precoce divulgar o nome. “Inegavelmente, nós temos um grupo forte em Patos de Minas que deseja fazer uma renovação política verdadeira, não só de nome, mas de prática. É uma satisfação ter meu nome lembrado, mas é o grupo que vai definir”, explicou.

Empresário, atual presidente da Associação Comercial e Industrial de Patos de Minas (ACIPATOS), Falcão é ativo na política local. É ex-presidente do CONSEP e filantropo por vocação – contribui com os trabalhos do Amparo Maternal. Além disso, é o primeiro filiado do NOVO na cidade. Outros nomes ligados a ACIPATOS e aos jovens empresários da cidade também foram citados por ele, como possíveis interessados na política local. “O grupo a qual me refiro é o partido do NOVO mesmo. Dentre eles, Cícero Cambraia, Danilo Borges, Vinícius Dias e outras pessoas”, disse.

Para conferir a entrevista completa, clique no áudio abaixo:

Comentários

  • Carlos

    Comentário enviado em - 08/04/2019

    Se candidatar já tem meu voto. Vamos eleger uma pessoa que não é politico de carreira, e que não tenha padrinhos políticos também.

  • Na Real

    Comentário enviado em - 08/04/2019

    Quando eles se candidatam, tem solução para tudo, são iguaizinhos aquela palha de aço, que tem mil utilidades, só que quando assumem, a primeira coisa que eles aprendem a usar é a Lei da incompetência( A lei de responsabilidade fiscal), se ele seguir o seu mestre, vai ser tal e qual ao seu mentor, o GOVERNADOR, o Romeu Incompetência Zema!