Vingança: garota de 17 anos é detida após esfaquear desafeta

Vingança: garota de 17 anos é detida após esfaquear desafeta

A Polícia Militar recebeu a informação de que, duas mulheres, se agrediam e uma delas estava com uma faca. No local, a vítima, Ângela Maria Mota, de 29 anos, foi encontrada consciente, mas no chão, sangrando e com diversos ferimentos. Ao lado dela, os militares encontraram uma faca com a ponta da lâmina amassada e suja de sangue. 

Para os policiais, Ângela disse que faz fisioterapia em uma clínica, localizada na Rua Tiradentes. As funcionárias do espaço a avisaram que uma mulher entrou em contanto perguntando o horário das sessões dela. A fisioterapeuta responsável, no entanto, negou a informação e desligou o telefone.

Quando saiu, a vítima viu uma encostada numa árvore a poucos metros da entrada do espaço de saúde. Sem se preocupar, Ângela caminhou em direção a sua motocicleta, que estava estacionada do outro lado da rua da clínica. Quando chegou ao veículo, foi surpreendida e sentiu uma pancada forte na cabeça. No momento em que se virou, viu a garota com uma faca na mão. As duas entraram em luta corporal e a vítima se defendeu usando o capacete. Ambas rolaram pelo chão.

Durante a briga, a garota desferiu diversos golpes com a faca, atingindo várias partes do corpo da vítima. Mesmo ferida, Ângela conseguiu tomar a faca dela, porém a deixou cair. A adolescente fugiu logo em seguida.

Ainda em conversa com os militares, Ângela disse que a agressão sofrida pode ter sido por vingança, haja vista, que há dois meses, na cidade de Lagoa Formosa, ela flagrou o ex-namorado com a garota dentro do carro. Na época, ela ficou indignada e agrediu a garota com tapas no rosto.

Um socorrista, que estava nas proximidades, prestou os primeiros socorros, até a chegada do SAMU, que encaminhou a vítima para o Hospital Regional.  De posse das características, os militares fizeram o rastreamento e conseguiram localizar a garota na esquina da Rua Independência, com a Rua Olegário Maciel.

Em conversa com os militares, a menor disse que estava na porta do INSS esperando uma amiga e que, em certo momento, Ângela saiu da clínica, foi em sua direção com uma faca e que, para se defender, levantou o braço sendo atingida na mão e na perna direita. Ela disse ainda que entrou em luta corporal e conseguiu tomar a faca. 

Sobre os ferimentos que Ângela sofreu, a garota disse apenas que durante a briga, ela se feriu com a faca em diversas partes do corpo. Sobre o desentendimento, a adolescente disse que  possivelmente foi em decorrência do fato dela ter tido um relacionamento com o ex-namorado dela, inclusive confirmou para os militares que foi agredida anteriormente, ao ser flagrada com o ex dentro do carro.

Sobre os relatos da menor, imagens de uma câmera de segurança desmentem a versão dada por ela. A imagem registrou, por cerca de 30 minutos, ela próximo a uma árvore segurando uma sacola e que ao perceber que Ângela saiu da clínica, ela retira uma faca de dentro da sacola e vai em direção a desafeta. A imagem não flagrou o momento da agressão.

Sobre o estado de saúde de Ângela, a informação foi que ela deu entrada direta ao bloco cirúrgico e que o quadro é grave. Ela apresentava cortes profundos nos braços, ombro esquerdo, mão esquerda, na perna direita, próximo a artéria femoral, e na região da nuca. A garota também teve que ser medicada, ela sofreu lesões na mão e na perna direita. Depois de receber alta, a menor foi encaminhada para a delegacia de Polícia Civil e a faca apreendida.

Comentários