Hospital conserta máquinas e horário de hemodiálise volta ao normal

logo-face
logo-face
Hospital conserta máquinas e horário de hemodiálise volta ao normal

O caso foi mostrado em reportagens da Rádio Clube98 e do Portal Clube Notícia, no dia 28 de dezembro. De acordo com alguns pacientes, a direção do Hospital São Lucas, que atende pelo SUS, havia reduzido o tempo de diálise dos pacientes. Máquinas estariam estragadas prejudicando o atendimento. Além disso, esses pacientes também reclamavam da falta de climatização no local.

O caso chegou a ser levado ao Ministério Público que instaurou inquérito civil para apurar as denúncias. A vigilância Sanitária de Patos de Minas também fez uma fiscalização no setor de nefrologia do hospital. Na época das denúncias, o diretor financeiro da Fundação Educacional do Alto Médio São Francisco, arrendatária do Hospital São Lucas, Patrick Teixeira, confirmou que máquinas de diálise estariam com defeito, e que providências já estavam sendo tomadas e que no máximo em 15 dias resolveria os problemas. Quanto à redução do tempo de diálise, o diretor disse, na ocasião, que tudo estava sendo feito de acordo com orientação e supervisão médica.

Hoje (08), em entrevista a Rádio Clube98, Teixeira informou que no último final de semana, foi feita a revisão preventiva e corretiva de todas as 43 máquinas da unidade. 10 outras máquinas, ainda segundo o diretor foram adquiridas para suprir as necessidades da unidade de nefrologia. Com isso a partir de agora, o atendimento da hemodiálise volta a ser feito em três turnos, com pacientes ficando às quatro horas necessárias na diálise.

O diretor também disse que três aparelhos de ar condicionado vão ser instalados essa semana na sala, a fim de dar mais conforto aos pacientes. Atualmente 210 pessoas de 32 municípios das regiões do Alto Paranaíba e Noroeste de Minas são atendidos pela unidade de nefrologia do Hospital São Lucas em Patos de Minas.

Reportagem e foto: Edvar Santos

Comentários