Bebê é internado em estado grave e Conselho Tutelar e PM investigam se houve agressão; principal suspeito é o pai

06/12/2018 20:18:08

Fonte: André Amãncio Fotos: Aislan Henrique

Bebê  é internado em estado grave e Conselho Tutelar e PM investigam se houve agressão; principal suspeito é o pai

A Polícia Militar e o Conselho Tutelar foram acionados no Hospital Regional Antônio Dias na tarde dessa quinta-feira (30/11), para apurar uma suposta agressão contra um bebê de apenas 7 meses. O fato teria acontecido na última sexta-feira (30), e a criança deu entrada no hospital desacordada. O bebê ficou em coma no Centro de Terapia Intensiva até a data de ontem (05/12), quando apresentou melhora no quadro clínico e já está no quarto.

Segundo informações do Cabo Daniel, a princípio, a mãe, de 16 anos e o pai, de 24, deu entrada com a menina no HRAD na sexta-feira (30), relatando que a criança teria passado mal durante o banho e desmaiado. Ela chegou desacordada e foi levada diretamente para o CTI. 

Na data desta quarta-feira (05-12), ao ser questionado, o pai mudou a versão e apresentou duas versões diferentes para os funcionários do hospital. Primeiro ele disse que estava dando banho na filha e, por ela estar chorando muito, deu um “coque” em sua cabeça. Depois, ele disse que estava penteando o cabelo da menina durante o banho mas ela estava chorando muito, então teria passado o pente com mais força ocasionando as lesões.

A criança apresenta uma lesão na cabeça e também uma lesão oftamológica grave. A Polícia Militar registrou um boletim de ocorrência e o conselho tutelar irá encaminhar o documenta à Justiça, que dará prosseguimento ao caso. A criança ainda vai continuar internada. O pai, de 24 anos, foi orientado pelo Conselho Tutelar a não se aproximar da criança.

Ouça entrevitsa com cabo Daniel

Comentários