Atraso na quitação de multas irrita motoristas de Patos de Minas

10/07/2018 14:03:11

Clube Notícia

Atraso na quitação de multas irrita motoristas de Patos de Minas

Motoristas de Patos de Minas estão irritados com a demora do sistema do DETRAN para dar baixa em multas de trânsito já pagas. Em conversa com a equipe de reportagem do Clube Notícia, uma motociclista, que prefere não ser identificada, afirma ter encontrado dificuldades para comprovar que já havia quitado uma multa. Para piorar a situação, ela teve a moto apreendida, por estar em atraso com o IPVA. No entanto, pagou todos os impostos (inclusive o valor referente à infração de trânsito), mas teve uma surpresa no momento em que foi reaver o veículo. “Eu cheguei lá apresentei todos os comprovantes, mas fui informada de que a multa ainda constava no sistema. Fiquei muito irritada, pois eu já havia pagado tudo direitinho”, relatou insatisfeita. A mulher foi informada ainda que teria de esperar até cinco dias para que a situação fosse regularizada. "Eu fiquei muito irritada, por que esperar cinco dias?", questinou. Apesar de todo o transtorno, um dia após a reclamação, ela conseguiu ter a quitação do pagamento comprovada. 

Em resposta ao caso, a Secretaria Municipal de Trânsito, que foi procurada pela redação do Clube Notícia, informou que casos como esses são raros, mas podem ocorrer. “As instituições financeiras que recebem as multas têm até cinco dias pra confirmar o pagamento. Em raras situações acontece de a multa levar cinco dias para ser quitada. E só pra deixar claro: o sistema que nós utilizamos é o mesmo para todos os municípios mineiros”, informou o diretor municipal de trânsito, Kênio da Silveira.

Além disso, Kênio informou ainda que, em caso de não quitação, ou demora em dar baixa nas multas, os condutores podem procurar a secretaria e tentar resolver o impasse. “É claro que erros ocorrem, por isso as pessoas podem nos procurar que resolveremos tudo da melhor maneira possível”, explico o diretor de trânsito.

Foto e reportagem: Flavio Sousa.

Comentários