Descontrolado e com fortes sintomas de embriaguez, rapaz quebra vidro da recepção de hospital

10/06/2018 19:10:36

Redação Clube Notícia

Descontrolado e com fortes sintomas de embriaguez, rapaz quebra vidro da recepção de hospital

Nesta madrugada de domingo (10-06), um rapaz de 21 anos apresentando fortes sintomas de embriaguez, perdeu a paciência e quebrou o vidro do balcão da recepção do Pronto Socorro do Hospital Regional.

A recepcionista foi quem acionou a polícia, ela relatou que Walyfer Luis de Souza chegou ao pronto socorro solicitando atendimento médico para uma escoriação que sofreu em uma das mãos.

Ao ser orientado que esse tipo de procedimento não era feito naquela unidade hospitalar e  que ele deveria procurar o atendimento na UPA lll, no Bairro Jardim Pelluzo, Walyfer se descontrolou e com o braço quebrou o vidro do balcão da receptação do hospital.

Depois Walyfer fugiu a pé em direção a Rua Major Gote. A Polícia Militar foi acionada e durante o rastreamento, o suspeito foi localizado na Rua Farnese Maciel. No momento da abordagem, Walyfer apresentava um corte profundo com sangramento no braço e escoriações nas duas mãos.

O suspeito foi encaminhado para a UPA lll onde foi medicado. Após ser liberado Walyfer foi encaminhado para a delegacia de Polícia Civil pelo crime de dano ao patrimônio público. Walyfer foi ouvido pelo delegado de plantão e após pagar uma fiança no valor de R$ 850,00, foi liberado.

Comentários

  • Olivar Gonçalves de Amorim

    Comentário enviado em - 10/06/2018

    E se pudesse esperar

  • Vidraceiro

    Comentário enviado em - 11/06/2018

    Uma inresponsabilidade muito, muito grande de quem comprou , e de quem vendeu esses vidros ai. esses vidros ai tinha que ser temperados, o temperado além de ser bem mais resistentes, não dá cacos grandes e cortantes assim. falta de responsabilidade total.

  • Na Real

    Comentário enviado em - 11/06/2018

    País imoral, você paga imposto para ser preterido, só que na hora de recolher o imposto que seria devolvido para o CIDADÃO, em serviço, vai pro bolso dos políticos corruptos; e o Ministério Publico, que é um órgão fiscalizador, fica olhando a banda...ops. A quadrilha roubar e não faz nada, mas eles são AUTORIDADES!

  • Vidro incorreto

    Comentário enviado em - 13/06/2018

    Quem foram os irresponsáveis que compraram e venderam um vidro desses pra ser utilizado no atendimento ao público? Esse video deveria ser temperado.