Prefeito afirma que passagem de ônibus não terá reajuste em Patos de Minas

logo-face
logo-face
Prefeito afirma que passagem de ônibus não terá reajuste em Patos de Minas

Em entrevista ao jornalismo da Rádio Clube 98, o prefeito de Patos de Minas, José Eustáquio (DEM), afirmou que não concederá reajuste na tarifa do transporte coletivo urbano. Segundo ele, a concessionária responsável pelo serviço já foi comunicada da decisão.

“Nós não conseguimos dar aumento neste início de ano. Se tivermos aumento será concedido apenas no final de 2020”, disse ao repórter Otaviano Marques. O prefeito justificou a decisão afirmando que não há dados econômicos suficientes para justificar um aumento no preço da passagem. “Até agora não temos essa informação para tomar essa decisão e não vai ter aumento”, declarou.

Atualmente, quem anda de ônibus em Patos de Minas paga R$ 3,50, em dinheiro, e R$ 3,20, no cartão ande fácil. O último reajuste foi concedido em 28 de janeiro de 2019, por meio de decreto. Os estudantes têm, por meio de lei municipal, a gratuidade garantida.

Por: redação Clube Notícia.

Comentários

  • Na Real

    Comentário enviado em - 15/01/2020

    Vocês leram Bem?! Sabem interpretar também?! Vocês viram o "Prefeito" dizer que até o final do ano a passagem do Coletivo não sobe; aí vem ano de eleição, se ele for reeleito, aí sobe, se ele não for sobe também; e sabem porque que este ano não sobe, não é só porque é ano de eleição, quando foi para acertar a nova concessão, já estava acordado isto! Agora vejam: teve aumento do combustível, tem os desgastes dos pneus e peças que não são poucos, pois dirigir aqui, virou etapa do "Rally Paris/Dakar", mas é porque a tarifa aqui é altamente lucrativa, se em "São Paulo", você pega um coletivo e paga hoje R$ 4,40 para percorrer uma distancia de Patos até a cidade de Rio Paranaíba, porque que não é lucrativo você pagar R$ 3,50 para transitar um 1/4 disso! O escritor Nelson Rodrigues escreveu: Um dia os "Idiotas, vão governar o mundo, não é que eles sejam capazes, mas é porque são muitos...!